top of page

mais cinco minutinhos.

fui buscar no pretérito da conjunção verbal para te encontrar lá, em cantos de memórias passadas e esmaecidas. tive a sorte de sonhar com você esta noite. me arrependi do que (não) disse e do que (não) fiz, enquanto alguma tristeza fazia ronda noturna. mas não há muito mais o que fazer agora. quando escuto palavras confusas, frases mal construídas, pensamentos soltos, me perco em imagens e devaneio outros lugares. um diálogo frouxo é feito de duas pessoas que falam sozinhas, olhando uma para outra. tem vezes que você nem está ali. existe uma ponta de desconforto, algum medo descabido, que não se encaixa na lógica, mas na sensação de que tudo está em seu lugar, exceto uma peça. eu chamo de vulnerabilidade, o dna das emoções, que me permite ser humana de olhos inundados. talvez fosse bom um pouco de descanso, letargia e cabeça vazia, mas a cabeça anda tão cheia que se você quiser podemos conversar mais claramente por telepatia. você sabe quem é? você sabe quem você é? o mundo não pára. coloquei o despertador, não escolherei o sofrer, o que não me impede de sentir. ainda há tempo. descanse. nada a decidir. as leis do universo trabalham agora. volte a dormir.

nota celeste: 10set mercurio retrog libra / virgem até 2 out lua cheia peixes ^ plutao e urano


bottom of page