Manifesto ao novo ano

Estamos encerrando um grande ciclo e iniciando um outro novo, atentos a natureza que nos rege e aos astros que dançam em suas órbitas.


Em meio a uma lunação pisciana e mercúrio retrógrado na mesma energia, em meio a todo devaneio, perdas, emoções, feridas abertas, cicatrizes que coçam, tempo que volta, pessoas que reencontramos, histórias antigas que reavivam.


Em um novo ciclo de 7 anos sendo aberto pela revolução material, estética, agrícola e econômica que urano em touro nos promete.

Em meio às fake news trazendo à tona a necessidade da verdade e a compreensão da coexistência de verdades múltiplas, questões globais trazem fortemente a temática fronteiras, de um mundo grandioso que grita em muitas línguas, temos reinando aí jupiter em Sagitário.


Em meio a saturno e plutão em Capricórnio ressaltando todos as falhas estruturais sociais.

O sol entra assim em Áries abrindo o novo ano regido por marte.


Um marte militante dos desejos amorosos que insiste no agir e no fazer de uma maneira não agressiva, não unilateral, não impositiva, não frontal e não imperativa, mas com a coragem e bravura do amor, onde nossas atitudes pedem amadurecimento e pensamento coletivista, do contrário entraremos em pequenas guerras diárias que desperdiçam energia e tiram o foco do que realmente importa.


Ouça, humanidade, é por nós, é por todos.

Ouçam governantes, banqueiros e poderosos, sejam generosos, pois não mais aceitaremos menos que isso.


Desejo, vontade, muita ação e muita consciência neste novo ano.

É tempo de agir o que queremos ser e construir.


Vos aguardo na quarta-feira, noite de ano novo, na praia do diabo, rj, às 19h, horário em que o sol entrará em Áries (18h58) e a lua estará em grau anarético de virgem, lua esta que se encontrará cheia já em libra por volta das 22h, trabalhando o transbordar desta lunação, a empatia, o ser útil, o servir e a partilha.


Estar em companhia, lembrar-se logo no início de um ano de marte que fortalecerá de certa maneira nossa própria individualidade, que esta mesma individualidade fortalecida só é possível quando aceitamos a individualidade do outro, quando respeitamos a opinião e a presença do outro. Com libra tudo é via de mão dupla.


Viva 2019.


  • Spotify
  • Instagram
0
Bem-vindxs. - Por Ana Andreiolo
00:00 / 00:00

© por Ana Andreiolo. Todos os direitos reservados.